Fazendo Meu Filme 2 - Fani na Terra da Rainha - Paula Pimenta

abril 13, 2013

TÍTULO: FAZENDO MEU FILME 2 – FANI na terra da rainha
SÉRIE: FAZENDO MEU FILME
AUTORA: PAULA PIMENTA
EDITORA: GUTENBERG
ANO DE LANÇAMENTO: 2009 
PÁGINAS: 327
ISBN: 8589239802 

Sinopse:  Depois de conquistar milhares de leitores e leitoras, a nossa doce e querida Fani volta ainda mais divertida e encantadora. O segundo volume do livro Fazendo meu filme apresenta as aventuras de Estefânia Castelino Belluz na terra da rainha. Sim, na Inglaterra! Longe do grande amor, ela passa por momentos de alegria, dor, saudade, tristeza e, mais do que isso, pode conhecer melhor a si mesma. Sem deixar de lado suas amigas inseparáveis e sua família, ela consegue, no outro continente, viver momentos cheios de suspense, revelações, aventuras, descobertas e emoções fortíssimas! Feliz, triste, preocupada, ansiosa, temerosa, otimista, insegura, cheia de si, apaixonada, desiludida, seja como estiver, Fani mostra a cada página deste livro que não é mais aquela menina tão frágil que muitas vezes se escondia por trás de sua timidez.
Mais do que a história de uma adolescente que se encoraja a fazer intercâmbio e morar fora por um ano, este livro fala de um grande e delicado amor. Em meio a uma avalanche de sentimentos e acontecimentos surpreendentes, ela consegue viver intensamente na Inglaterra, conhecendo pessoas que conquistam seu coração e sua amizade para toda a vida. Porém, o melhor filme de sua vida ainda está para ser contado, ou melhor, vivido… (Skoob).

Minha opinião: Na continuação da série Fazendo Meu Filme, embarcamos com Fani para a terra da rainha, mais especificadamente, em Brighton - Inglaterra. Dentro deste cenário maravilhoso, iremos viver um ano de muitas aventuras, descobertas, novas amizades, uma nova família e, é claro, aquele friozinho típico da Europa e idolatrado por muitos de nós.

A Paula mais uma vez conseguiu nos envolver de uma forma única nesta estória e de uma forma mágica nos fez passar por todas as sensações do intercâmbio da Fani. É como se passássemos por um portal e de repente adentramos como personagens deste livro. Sendo assim, é impossível não se fragilizar com os momentos difíceis da chegada, onde tudo o que se quer é largar tudo e voltar pra casa, mas também é impossível não amar cada momento do intercâmbio da Fani como se fosse o seu e até sentir aquela angústia dos temíveis dias que antecedem o retorno ao Brasil. Quem já passou por uma situação como esta sabe bem do que eu estou falando e para quem almeja sair do Brasil é bom se familiarizar com estes avalanches de emoções.

"Parece que eu tinha acabado de chegar à Inglaterra.

E, ao mesmo tempo, era como se eu tivesse vivido a minha vida inteira ali."

Vocês já imaginaram o quanto é complicado deixar pra trás a família, os amigos, seus lugares preferidos, sua língua materna e, claro, seu grande amor para mergulhar de cabeça em uma nova cultura? Pois é, isso tudo é muito novo e complicado para Fani, ela esta aprendendo a lidar com esse turbilhão de sentimentos além de passar por um processo de amadurecimento. E posso falar que é incrível como a garotinha que entrou no avião em direção a uma nova vida, vai se tornando mais madura e te encantando cada vez mais.

Neste segundo livro, conhecemos novos personagens como a maluquinha da Tracy (host-sister da Fani), a fofa da Ana Elisa, que se tornará uma grande amiga, o garoto mais incrível do planeta, vulgo, Christian (gente é sério, me apaixonei perdidamente por ele ) e seu primo Alex, além de outros personagens secundários que sempre trazem algo para acrescentar a estória. 

E, não se preocupem que os personagens do primeiro livro, ou seja, a galera que ficou no Brasil, não será esquecida. Todos os emails trocados entre a Fani, seus familiares e seus amigos estão ali disponíveis para nossa alegria.

Porém, nem tudo são flores. Eu confesso que senti falta de mais detalhes sobre a diferença cultural entre o Brasil e a Inglaterra, mas acredito que tenha sido proposital. Talvez, com o intuito fde não deixar o livro enorme (este é o menor da série), não sei. O fato é que, mesmo com todo o cuidado que a Paula teve em nos contar os detalhes de como é viver fora de casa e principalmente fora do Brasil durante a adolescência, eu acho que faltou explorar muita coisa, por exemplo os lugares por onde a Fani eventualmente passou. E, particularmente, eu também acho que a Fani perdeu muito tempo durante a viagem (não vou falar os motivos para não soltar spoilers, mas quem já leu ou vai ler me entenderá).

Enfim, se você curtiu o A Estreia de Fani, corre já e vá ler Fani na Terra da Rainha. Esta é uma leitura indispensável para qualquer pessoa que sonha em fazer intercâmbio, sobretudo, para quem quer fazer high school lá fora porque, até a grade de horários com as matérias optativas (coisa que não existe aqui no Brasil) a Paula Pimenta se preocupou em nos mostrar! É quase um guia para intercambistas. E, com certeza, a estória te fará, a cada linha, querer estar na pele da Fani. Tudo isso, é claro, dentro do cenário mais que perfeito que é Brighon na Inglaterra.

Aspectos físicos: Assim como em FMF1, FMF2 tem uma capa linda, as imagens também remetem exatamente ao conteúdo da história. São 327 páginas, 32 capítulos curtos e as citações de diálogos de filmes no início dos capítulos continuam, as páginas são branquinhas e a diagramação (margem, fonte e espaçamento) é perfeita. Gutenberg arrasando sempre ♥.


Você também poderá gostar de:

0 comentários

Facebook

Twitter